Inaugurado em Agosto de 2009
Contador de visitas

MSX GOLD MSX GOLD MSX GOLD: ANÁLISE DE T2: THE ARCADE GAME (SUPER NINTENDO)

Publique sua análise
HOMETERMO DE USOMÍDIASJOGOSHISTÓRIA
SISTEMA DE BUSCAFALE CONOSCOLINKSMSX NO MUNDOOUTROS SISTEMASUTILIDADE GERAL


Jogos Aleatórios

ANÁLISE DE T2: THE ARCADE GAME (SUPER NINTENDO)

T2:THE ARCADE GAME
★★
Tipo:Jogo
Ano:1993
Gênero:Tiro/Jogos para pistola
Produtora:Probe
Formato:Cartucho
Observações:--
Devo discordar do Guitardo quanto a esse jogo. Ele não é tão ruim.
É que é um jogo pra jogar com a "Super Scope 6", uma bazuca da Nintendo, feita especialmente para jogos de tiro e afins.
Talvez seja mais divertido jogar com amigos em modo cooperativo do que sozinho.

Na verdade, além de ser um jogo análogo ao filme, é também uma conversão dos arcades, que nunca joguei, mas há tempo de conferir um dia e talvez quem sabe, falar a respeito.

Mas vejamos aqui do que se queixa Guitardo em um review escrito por ele em 2005:

"É assim um shooter em primeira pessoa com scroll horizontal e vc mata seis bilhões
de inimigos na mesma tela e não muda porra nenhuma o cenário é uma bosta e tem horas que a tela enche de filhos da puta e tu tem que ficar la se fodendo por que
o pessoal que está contigo fica bem na sua frente(...)
"

Parte da descrição está certa. É mesmo um jogo de tiro com scroll horizontal e realmente aparecem vários inimigos atirando em profundidades diferentes da tela, mas como já disse ali em cima, é um jogo feito pra jogar com a bazuca. Então, essa revolta toda não se justifica. Jogando no controle, a mira fica sem precisão, mais difícil usar o direcional para ajustá-la no ponto correto da tela.

Em certos momentos a tela interrompe o scroll e aparecem diversos inimigos e naves simultaneamente e o pessoal de apoio fica à sua frente protegido por um muro, arremessando bombas nos inimigos. No entanto, como ficam bem na sua frente, realmente atrapalha um pouco, mas nada que torne o jogo tão estressante a ponto de soltar 50 palavrões numa única sentença, hehehe.

Talvez Guitardo não tenha notado, mas, na parte inferior da tela há algumas caixas com power ups e bônus que auxiliam o jogador. Entre esses bônus, está um escudo que torna o jogador mais resistente aos tiros dos adversários.O jogador também consegue mísseis e recarregar a força da arma que usa, pois,ao usá-la continuamente as balas vão caindo mais vagarosamente do pente, tornando o jogador mais vulnerável aos ataques adversários.

No entanto, concordo quanto ao cenário. Cenário é meio repetitivo. A terceira fase por exemplo, reaproveita quase todo o cenário da primeira, com a diferença que agora tem uma camionete com atiradores aliados passando bem na sua frente.

E acho que esses aliados, tanto os da terceira quanto da primeira fase, são meramente ilustrativos. Porque de fato não ajudam em nada a vencer os adversários que surgem de todos os cantos. E sobre esse jogo, é isso que eu tenho a dizer. Está longe de ser maravilhoso, mas talvez com a bazuca da Nintendo fique mais divertido. Os gráficos são medianos. Quando o Arnold aparece atirando em você na segunda fase, sinceramente, é tão mal feito que dá a impressão que pegaram um sósia qualquer e digitalizaram. O jogo pode até ser medíocre (daí a razão da sua nota), mas com certeza existem coisas bem piores no mundo dos videogames. No mais, fui dar uma pesquisada na net, muita gente simplesmente ignora esse jogo ou o acha irrelevante. Mas eu não me irritei e nem me desapontei tanto quanto o povo da net que ficou com grandes expectativas sobre esse jogo.




Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.
BlogBlogs.Com.Br