Inaugurado em Agosto de 2009
Contador de visitas

MSX GOLD MSX GOLD MSX GOLD: ANÁLISE DE MORTAL KOMBAT II (32X)

Publique sua análise
HOMETERMO DE USOMÍDIASJOGOSHISTÓRIA
SISTEMA DE BUSCAFALE CONOSCOLINKSMSX NO MUNDOOUTROS SISTEMASUTILIDADE GERAL


Jogos Aleatórios

ANÁLISE DE MORTAL KOMBAT II (32X)

MORTAL KOMBAT II
★★★
Tipo:Jogo
Ano:1995 (Versão Européia)
Gênero:Luta
Produtora:Probe
Formato:ROM
Observações:--

Conversão decente do Arcade, mas não perfeita.

A introdução do jogo está parcialmente lá, com a chuva de raios em cima do logotipo, a história dos personagens e as telas de história do jogo mantidas. Só cortaram a demo de luta que há no Arcade, mas não faz tanta falta.

Os finais foram melhorados, embora não usem as mesmas imagens dos finais do Arcade, substituídas pelos avatares da história do personagem, com adição dos textos dos finais. Antes isso do que aqueles textos correndo numa tela genérica com o personagem em pose de vitória, como no Mega Drive.

Voltaram detalhes no cenário, tornando essa uma versão mais próxima ao Arcade. Temos os dragões voando em Kombat Tomb, o cenário Dead Pool tem mais correntes, somente no cenário da floresta que as árvores continuam mexendo a boca sem emitir som nenhum.

Os gráficos melhoraram, estão mais coloridos e mais próximos da versão Arcade. O narrador diz o nome dos personagens nas vitórias e também anuncia Fatalities, Babalities, Friendships e Flawless Victory, ou seja, fora a parte gráfica que realmente não tinha como, podiam ter feito o resto muito melhor no Mega Drive, vide as conversões de Street Fighter para Mega Drive que sofriam muito poucos cortes e eram contrapartes muito mais semelhantes às versões do Super Nintendo por serem convertidas pela própria Capcom. Mas chega a Probe e faz isso: só deixa os jogos mais aceitáveis/decentes nas versões Sega CD/32X , fornecendo ao Mega Drive uma versão bem capada e porca, no geral. Graças a Deus , esse foi a última conversão de MK que essa empresa do caralho meteu a mão.

Jogabilidade foi mantida e continua excelente. Os únicos cortes e mudanças notáveis - num sentido mais negativo - ocorreram na introdução do jogo, como já falei acima e os finais que foram modificados, e acho que por preguiça, pois o 32X tinha capacidade de processar os scans do final original. Enfim, não afetou tanto no final e é melhor um final assim do que aquele final bosta que há na versão MD. As fontes usadas nas mensagens e anúncios durante o jogo também estão bem mais próximas ao arcade e em tamanho maior. Mesmo assim, a versão de SUPER NES é ligeiramente superior por trazer os finais originais (embora a história do jogo seja contada num texto) e na fase das árvores elas emitem rugidos semelhantes ao original.

Vale a pena jogar essa versão. Tem muito mais a ver com o original do que a versão do Mega.



Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.
BlogBlogs.Com.Br