Inaugurado em Agosto de 2009
Contador de visitas

MSX GOLD MSX GOLD MSX GOLD: DOOM (32X)

Publique sua análise
HOMETERMO DE USOMÍDIASJOGOSHISTÓRIA
SISTEMA DE BUSCAFALE CONOSCOLINKSMSX NO MUNDOOUTROS SISTEMASUTILIDADE GERAL


Jogos Aleatórios

DOOM (32X)

DOOM

★★
Tipo:Jogo
Ano:1994
Gênero:FPS/Tiro
Produtora:Id Software
Formato:Cartucho
Observações:--
Mais importante do que inaugurar análises sobre jogos lançados para o 32x é analisar o contexto em que o periférico foi criado.

O Mega Drive foi o videogame mais bem sucedido da Sega, uma história diferente daquela que a empresa tinha vivenciado antes com o Master System.
Em alguns momentos, durante a guerra dos consoles de 16 bits, o Mega Drive chegou a vender mais... o resto da história a gente já conhece: o Super Nes
virou o jogo graças ao lançamento exclusivo de Street Fighter II para o console da Nintendo.

A Sega percebeu que o console com 6 anos de vida já mostrava sinais de cansaço e para dar uma sobrevida ao mesmo e tentar superar graficamente o Super Nes lançou
esse periférico, um grande fracasso, e cometeu os mesmos erros que já tinha cometido com o Sega CD ao lançar muitos jogos que já existiam para o Mega Drive com upgrades que não compensavam tanto a ponto do usuário do Mega Drive ter de comprá-lo. Pra piorar, o 32X tinha alguns títulos exclusivos que beiravam o ridículo de tão ruins que esses jogos eram.

Pois bem, explicado esse contexto podemos entender por que teria sido melhor que essa versão jamais tivesse existido.
1 - Apesar do nome sugestivo, o 32X NÃO é um console de 32 bits. Ele melhora sensivelmente a qualidade de alguns jogos e adiciona alguns efeitos extras a eles como zoom e rotação em 360 graus, só isso.
2 - O hardware do 32x era bastante inferior aos computadores da época - (pra quem não é desse planeta e não sabe, Doom foi um grande sucesso dos PCs).
3 - Em conversões de máquinas mais poderosas (como computadores e arcades) para máquinas inferiores muita coisa é cortada e nesses cortes às vezes se perde o essencial do jogo.

O que torna essa conversão sofrível, pra começar, é o tamanho da tela. Para não haver uma grande perda e o jogo ficar minimamente reconhecível, principalmente para quem já tinha o jogo no pc, tiveram que reduzir drasticamente a tela do jogo e mesmo assim não ficou bom o suficiente. Os gráficos sofreram um downgrade tão forte que perderam muito em definição e à média ou a grande distância os inimigos se tornam um amontoado de pixels disformes. Essa tenha sido talvez a maior das perdas na transição dos PCs para o 32x.

Cortaram também elementos do cenário, como colunas e outros detalhes, coisas que você só nota com um olhar mais atento ou se for muito fã do original.Mudaram as cores de algumas paredes para evidenciarem passagens secretas e coisas do tipo.

Reduziram drasticamente o número de fases para 15 - o jogo original tem 27. A paleta de cores também foi afetada. Letras que originalmente eram vermelhas ficaram rosas nessa versão. Bem crítica a parte gráfica, essa é a verdade. A resolução dos elementos da tela, mesmo com a tela reduzida, assemelha-se perdoem a comparação esdrúxula, àquela sensação que se tem quando se está vendo um vídeo a 1080p no Youtube e do nada a conexão fica lenta e cai a definição do vídeo para 144p. A diferença é que no caso do DOOM 32X estamos constantemente jogando em 144p, sem possibilidades de melhora.

Apesar de todos esses defeitos, eu acho que o 32x não conseguiria fazer melhor do que isso porque era um hardware um tanto limitado e não oferecia tanto em termos de tecnologia quanto prometia, digamos assim.
Apesar do jogo ficar com uma definição gráfica pavorosa quando comparado ao jogo original, devo reconhecer que na essência é o mesmo jogo, sofreu downgrades drásticos no quesito imagem, porém seriam os mesmos gráficos do original convertidos em ultra-low-definition.

Algumas coisas permaneceram intactas, mas justamente, não sei se há o que comemorar, pois o que permaneceu igual ao original foi a movimentação do personagem, rápida e "saculejante" enquanto anda carregando as armas. E digo que não sei se há o que comemorar aqui pois é essa simulação de movimento que causa na maioria dos jogadores do original, o famoso mal estar, o famigerado motion sickness.

Na verdade, Doom 32x é um jogo totalmente dispensável. Não agrega nada. Um desperdício de dinheiro bilateral:tanto da parte dos produtores quanto dos consumidores, estes sim, no final das contas, os maiores prejudicados.




Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.
BlogBlogs.Com.Br