Inaugurado em Agosto de 2009
Contador de visitas

MSX GOLD MSX GOLD MSX GOLD: ANÁLISE DE COSMIC CARNAGE

Publique sua análise
HOMETERMO DE USOMÍDIASJOGOSHISTÓRIA
SISTEMA DE BUSCAFALE CONOSCOLINKSMSX NO MUNDOOUTROS SISTEMASUTILIDADE GERAL


Jogos Aleatórios

ANÁLISE DE COSMIC CARNAGE

Cosmic Carnage

★★★
Tipo:Jogo
Ano:1994
Gênero:Luta
Produtora:SEGA
Formato:Cartucho
Observações:--
Nada como um fighting espacial futurista para salvar a biblioteca do 32X da mediocridade, não é mesmo ?

Não deem ouvidos aos críticos vorazes desse jogo. A SEGA entrou com a cara e coragem aqui para ousar e abusar, criando um jogo diferente.

A nave que transportava criminosos para uma mina espacial foi severamente avariada e a maioria dos tripulantes da nave morreram, com exceção de 4 dos monstros. Então, os sobreviventes na tentativa de fugir enviam um chamado que desperta a atenção da guarda espacial. Óbvio que o chamado era apenas uma armadilha e os criminosos atacam os tripulantes da nave policial. Nessa batalha sangrenta estragam também a nave da guarda, sobrando apenas uma cápsula espacial de fuga (com espaço para apenas um tripulante).

Na luta pela sobrevivência, vão duelar até a morte pela cápsula nesse torneio de luta.

A história está longe de ser das melhores mas não interfere tanto assim no jogo, que é o que interessa.

Em Cosmic Carnage optamos entre 8 guerreiros diferentões , incluindo aí uma serpente com o rabo totalmente modificado e outras criaturas extravagantes. Alguns lutadores podem lutar usando armadura que é composta de diversas partes, e conforme os golpes sofridos em combate, vai se desmontando.

Gráficos bons e jogabilidade decente fazem desse um título bastante aceitável. Óbvio que se você comparar com títulos de peso, como Street Fighter e Mortal Kombat, é ridículo. Não se compara. Por outro lado , é infinitamente superior à bostas do naipe Brutal Unleased.

Óbvio que além de não se comparar aos grandes títulos de peso no mercado, existem alguns defeitos que prejudicam a experiência final. O jogo é um pouco lento, e piora com a aproximação do ZOOM durante as agarradas. Apesar dos controles responderem bem, essa lentidão deixa o jogo menos fluído. Mas não deixa de ser uma boa tentativa da SEGA trazer um título ousado para o console.

Veredito: Muito longe de ser um título de luta memorável, verdade seja dita, porém, um belo passatempo. Vale a pena conferir essa obra.





Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.
BlogBlogs.Com.Br